Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

São seis e meia, amor!

Um blog na hora certa...

São seis e meia, amor!

Um blog na hora certa...

Eu não sou um monge tibetano

Eu até acho que sou uma tipa porreira e quem me conhece sabe que fujo do conflito como quem foje do demónio. Hei-de ter as minhas merdas mas sei que sou uma colega que gosta de ajudar e que faz com que as coisas andem para a frente. 

 

Por isso, acho que o mínimo que deus nosso senhor podia ter feito por mim, era ter-me dado uma dose extra de paciência e zen interior para lidar com colegas que me dão cabo da cabeça à toa. 

A preguiça paga-se

Não sei porquê, mas estava convencida que, fazendo as compras no Continente online, eles nos iam levar os sacos a casa gratuitamente. Não são não é assim, como paguei quase 7€ por não querer levantar a bunda do sofá.

 

Adorei o serviço, verdade seja dita, e era capaz de me habituar a ele, no entanto, sou somítica o suficiente para só voltar a recorrer à entrega ao domicílio em caso de extrema necessidade. 

 

Feira Internacional de Artesanato

Nós temos um ritual que é: todos os anos vamos à FIA de Lisboa cheios de vontade comer uma sandes de queijo e presunto (eu só de presunto porque não gosto de queijo), e depois passeamos pela feira à procura de artesanato bom e bonito. 

Não é que haja grandes surpresas -  parece que todos os anos lá andam os mesmos stands a vender as mesmas coisas - mas ritual é para cumprir e este ano lá estaremos. 

stick1.fw_.png

Sempre a abrir

Este sábado os amigos da corrida reuniram-se para fazer os 8 quilómetros da Marginal à Noite. 

Eu adoro fazer provas, ainda que seja das corredoras mais lentas do nosso grupo - os grandes Caracóis Furiosos. Não nasci com o dom da velocidade, lamentavelmente. 

 

Os treinos andam fraquíssimos, por isso iamos todos com expectativas baixas quanto a resultados. O meu objetivo, por exemplo, era fazer os 8k em 50 minutos.

No entanto, um elemento da equipa foi com a motivação em alta: meu querido namorado que não treina há meses! Um otimista, graças a deus. O objetivo dele era conseguirmos fazer os 8k em 48 minutos - e na verdade, foi esse o tempo que fizemos. 

 

Apesar das piores previsões, acabámos todos mais ou menos ao mesmo tempo e com a música, o fogo de artifício e claro, a descida no final, a prova fez-se bem, com alegria e animação.

marginalanoite_18.jpg

Venha a próxima 

Haja amor

Como já devem ter pressentido eu sou uma pessoa muito pró-love e adoro ir a casamentos. Não me venham cá com histórias que uma pessoa gasta muito dinheiro na roupa e na prenda, que o salto alto magoa, que a música é pirosa, que a cerimónia é uma seca... Aqui vão alguns motivos pelos quais eu me pelo por uma boa festa de casamento: 

 

  • O amor, é claro - as pessoas estão felizes e querem assinar um papel. Deixá-las, é lindo. 
  • A noiva a entrar no altar - emociono-me sempre, quer seja a minha melhor amiga ou uma simples conhecida.
  • O bar aberto - não há hora errada para se ir buscar o primeiro gin.
  • A mesa de marisco. E das sobremesas - abram alas, sff...
  • O baile - uma pessoa tem ali um dance floor à disposição para dar tudo no comboio, no mambo nº5, na macarena... e no final da noite já as mulheres trocaram os saltos altos pelos ténis e os homens já meteram as gravatas na cabela, é uma alegria. 

 

Um dia a comer, beber, dançar e a celebrar o amor? Contem comigo, fico à espera do convite. 

Véspera de feriado

Amanhã não se trabalha aqui por Lisboa e uma pessoa sente logo um calorzinho bom no peito porque amanhã vai poder dormir até mais tarde e depois o tempo é todo o nosso ainda que o mais provavel é não se fazer nada de especial e quando se olhar para o relógio já o feriado se foi.

 

A opinião que (pouco) importa

Pestanas postiças - sim ou não?

Aqui há uns tempos decidi que queria colocar pestanas para ver se ficava com um olhar super arrebatador. 

Foi então que comecei a ver vouchers no Odisseias - porque pagar 40€ por umas pestanas que se aguentam só 3 semanas não dá para mim -  e encontrei um sítio que coloca extensões fio-a-fio nojólhos, por apenas 19€. Arrisquei tudo e lá fui eu.

 

No final do processo, confesso que senti um grande peso nas pálpebras e achei o comprimento das pestanas um bocado exagerado (atenção que pedi as médias e não as grandes!), por isso, tive mesmo de pegar numa tesoura e cortá-las mais rentes. 

Depois do corte até gostei de ver, mas na verdade gostava que o resultado fosse um pouco mais natural. 

Resumindo e concluíndo, é possível que depois de tudo cair, volte ao rímel e poupe uns trocos... 

transferir.jpg

Pág. 1/2