Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

São seis e meia, amor!

Um blog na hora certa...

São seis e meia, amor!

Um blog na hora certa...

Facadas

Não sei se ouviram falar da escandaleira da semana passada envolvendo uma Kardashian e o seu namorado traidor. 

Para quem não andou nas redes sociais nos útimos dias aqui fica o resumo - a moça estava grávida de 9 meses e descobriu que o namorado andou no bem bom com outras mulheres durante, possivelmente, toda a sua gravidez. O choque deve ter sido grande porque passado umas 24 horas a mulher pariu e nasceu uma menina, à qual decidiram dar o nome de True. TRUE! A ironia da situação ultrapassa a ficção, certo?

 

Qual será o modus pensandi deste homem cafajeste? Não deve ter sido mais que isto: o capuz desta camisola deixa-me irreconhecível e ela nunca vai descobrir que ando com estas lambisgóias nas boites de Nova Iorque.  

Eis o pensamento de um génio que não se lembrou que vivemos na era digital onde só um macaco cego não tem um smartphone. Será preciso explicar que hoje em dia tudo vai parar à net?   

 

A traição é um assunto complexo porque depende de cada casal decidir o que é ou não perdoável. Há quem tenha tolerância zero, há quem esteja disposto a perdoar uma vez, há quem fecho os olhos a tudo para manter a relação. Qual será o caso da Kardashian? Qual seria o vosso, tendo um recém-nascido nos braços? 

Credo, vamos pensar noutra coisa.